#15 Exílio em casa, por Ana Luíza Trajano

Ana Luíza Trajano, 25, é pernambucana, mulher lésbica e reside em Olinda com a família. Passou boa parte da infância em um sítio em Aldeia/PE em meio a amplidão do verde e longe das barreiras da cidade. Com mãe poetisa, desde pequena tinha fascínio pelo poder da palavra e as suas possibilidades, o que a levou a escrever desde cedo. Estudou em escola particular católica da infância à adolescência, o que muito mais lhe ensinou sobre bullying, oposição e pela liberdade de lutar por ser quem se é. Já transitou pelo teatro, dança e filosofia. Ingressou em Ciências Biológicas na Universidade Pernambuco em 2017, onde aspira especializar-se na área. Após um hiato de quase 4 anos, movida por pensamentos inquietos e anseio de reinvenção, voltou a escrever na quarentena.